02/11/2007

Bolinhos da sorte

Guardamos sempre o bolinho da sorte para a última volta.

Sempre fui daqueles gajos que guarda hipocondriacamente o pedacinho mais hipermegadelicioso de qualquer coisa para o fim, pondo-o de parte para que o posso saborear numa última, eterna e sumarenta trinca.

2 comentários:

Silva disse...

tanta cor k existe tinha logo k ser azul...

Xana disse...

Epaaa Sr.Ricardo você tem umas fotos altamente!!! Vê se acabas isso depressa!! bjocas